Jornada


Jornada Cronica Mobilis traz série de atividades a Salvador

 

Durante os dias 13 e 14 de Abril, o projeto Chronica Mobilis realiza uma série de atividades destinadas a artistas e investigadores interessados nos novos gêneros narrativos georeferenciados com dinâmica de jogo. A “Jornada Chronica Mobilis” acontece na Escola de Tecnologia Oi Kabum (Largo Terreiro de Jesus, 17, Pelourinho), em Salvador, Bahia.

A programação contempla a apresentação dos bastidores do projeto e da performance, além de uma tarde de oficinas. As atividades são gratuitas. Inscrições devem ser feitas pelo site do projeto: http://chronicamobilis.net/pt/ficha-de-inscricao/. Os interessados podem escolher entre participar de todo o programa ou de sessões individuais. A Jornada será conduzida pelos idealizadores do projeto: Vanessa Santos e Vj Pixel.

 

INCREVA-SE preenchendo este formulário.

 

Programa

A programação começa com uma “Desconstrução da Performance”, onde será traçado um panorama do projeto e apresentados detalhes sobre a performance. O segundo dia de atividades traz uma série de “Oficinas”, como uma forma de aprofundar os temas apresentados no dia anterior. Os criadores do projeto demonstram o processo de produção da performance, desde o planejamento inicial, passando pela escolha de tecnologias, até o funcionamento destas. O objetivo da oficina é que os participantes conheçam do ferramental utilizado no projeto e saiam aptos a se apropriar das tecnologias utilizadas.

 

A Performance

A performance interativa “Chronica Mobilis” é uma experiência narrativa georeferenciada com dinâmica de jogo. Acontece simultaneamente dentro de um espaço de exposição e nas ruas da cidade. O público pode atuar como jogador ou apenas assistir à apresentação no espaço de exibição.

 

A performance usa o espaço urbano como espaço diegético, a navegação física como modelo interativo e as tecnologias móveis e geoespaciais como ferramentas. A temática é o tempo e as diferentes maneiras pelas quais percebemos e vivemos os espaços e a cidade em diferentes momentos de nossas vidas. A história é sobre uma pessoa e situações vividas por ela em três fases de sua vida: quando criança, jovem e em idade adulta. Cada fase é representada por um subhistória com memórias do passado para serem descobertas em partes diferentes da cidade.

 

O projeto é fruto de um intercâmbio de conhecimentos entre brasileiros e espanhóis. Foi desenvolvido remotamente e durante um período presencial, entre Outubro e Novembro de 2014, durante uma residência artística no Hangar.org, em Barcelona, Espanha, onde a performance foi apresentada pela primeira vez.

 

PROGRAMAÇÃO:

Lugar: Escola de Tecnologia Oi Kabum (Largo Terreiro de Jesus, 17, Pelourinho).

 

13/04 – 19h às 20h – Descontrução da Performance

– História, motivações e o contexto em que surge.

– Equipe interdisciplinar, convocatórias e intercâmbio.

– A performance e suas principais características: a narrativa interativa georeferenciada, o funcionamento da interação, a dinâmica do jogo e as tecnologias por trás.

 

14/04 – 13h às 17h – Oficinas

– Criação da narrativa da performance – georreferenciada e com dinâmica de jogo;

– Produção dos vídeos – do roteiro à gravação;

– VJing – mixagem de imagens ao vivo;

– Streaming – lidando com múltiplas transmissões ao vivo;

– Criação de um sistema de georreferenciamento atualizado em tempo real.